Tecnólogo pode prestar concurso para Polícia Federal?

O Concurso da Polícia Federal 2016 é um dos certames mais aguardados e mais concorridos e obviamente uma pergunta que paira no ar é: tecnólogo pode prestar concurso para Polícia Federal? Veja a resposta neste artigo.

Tecnólogo pode prestar concurso para Polícia Federal?

Apesar da contenção de gastos do governo federal e da suspensão temporária dos novos concursos previstos para o ano de 2016, a própria administração pública admite que um dos concursos públicos que deve ser priorizado é o da Polícia Federal.

Carlos Eduardo Miguel Sobral, presidente da ADPF (Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal), informou que há, atualmente, pelo menos 500 cargos vagos de delegado e perito, além das posições ociosas nas demais carreiras, inclusive administrativas. Afirmou ainda da possibilidade de um novo concurso da Polícia Federal com 5 mil vagas para Agente Administrativo, que necessita apenas nível médio, será divulgado em breve.

Tecnólogo pode prestar concurso para Polícia Federal,Tecnólogo,tecnólogo pode fazer concurso para polícia federal

No início de 2016, cerca de 600 aprovados no último concurso para agente deverão tomar posse, com a maioria devendo ir para as unidades de fronteira. Entretanto, com a chegada dos novos policiais, muitos que estão na região há bastante tempo, deverão ser transferidos para outras localidades.

Na opinião de Jones Leal, presidente da Fenapef (Federação Nacional dos Policiais Federais),  o departamento deveria quadruplicar o quantitativo de policiais nessa faixa do território, que hoje não chega a 500 homens. “No mínimo, na pior das hipóteses, necessita de 2 mil policiais”, afirmou. E de acordo com Leal, não está sendo cumprido o Decreto 8.326/14, que determina que os concursos para cargos policiais sejam realizados sempre que a quantidade de vagas ociosas exceder 5% do total existente para o respectivo cargo. “Os cargos de agente, escrivão e papiloscopista já excederam esse limite há muito tempo. Só no cargo de escrivão, dos que entraram pelo último concurso, quase 30% já saíram”, contou ele, apontando ainda que a formação de cada policial custa R$120 mil aos cofres públicos. A última seleção para escrivão foi para 350 vagas.

A boa notícia para quem aguarda o Concurso da PF é…

A suspensão de concursos anunciada pelo governo federal não vai atrapalhar a abertura de novo concurso. O que reforça a ideia ainda, é o histórico do concurso. Em anos anteriores, mesmo com a suspensão de concursos, órgãos de segurança pública, saúde e educação ficaram isentos das medidas fiscais para reajuste das contas públicas.

De acordo com o Decreto 8.326 da presidência da república, publicado no dia 10 de outubro de 2014, o órgão não precisará de autorização por parte do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para realizar novos concursos, dependendo apenas do parecer do órgão, no sentido de atestar as condições financeiras para as contratações.

Mas, afinal Tecnólogo pode fazer concurso para Polícia Federal?

A resposta para esta pergunta está no site oficial da PF, veja:

6 – Em relação ao Curso Superior de Tecnologia (Tecnólogo), esclarecemos o seguinte:

De acordo com o Ministério da Educação, a graduação na modalidade de Tecnólogo decorre da conclusão de um “curso superior de curta duração que visa formar profissionais para atender campos específicos do mercado de trabalho”.

Essa modalidade de graduação, por ser resultado de um curso de curta duração e dirigido a uma atividade específica do mercado de trabalho, é voltado para a formação de profissionais com conhecimentos restritos a uma determinada área de atuação.

Portanto, mostra-se inadequada para as atividades inerentes ao cargo de Perito Criminal Federal, que exige domínio amplo de uma área de conhecimentos.

Por essa razão, o edital do concurso não prevê a aceitação de qualquer curso superior na modalidade de Tecnólogo. Consequentemente, seguindo as regras previstas no edital, não serão aceitos candidatos que possuam graduações distintas daquelas listadas, salvo os casos de equivalência de cursos (mera distinção de nomenclatura), devidamente comprovados.

 

O curso de tecnólogo é aceito para ingresso nos cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista?

R: Os cursos superiores de tecnologia reconhecidos pelo Ministério da Educação são suficientes para atender o requisito da graduação para provimento nos cargos de Agente de Polícia Federal, Escrivão de Polícia Federal e Papiloscopista Policial Federal.

Obs.: Os grifos são meus.

Fontes:

http://www.concursovirtual.com.br/novidades/concurso-para-policia-federal-2016-podera-ter-5-mil-vagas-para-nivel-medio.html

http://www.pf.gov.br/institucional/concursos/duvidas-frequentes/duvidas-frequentes

5 (100%) 1 vote

Quer receber as novidades grátis em seu e-mail?

(Preencha os campos ao lado)

Luis Marcos Leite

Tecnólogo em Gestão da Tecnologia da Informação, Servidor Público e Problogger.

Website: https://tecnologo.blog.br

58 Comments

  1. Obs: a pessoa que faz ciência da computação, bacharel, vê tanta coisa que acaba não vendo nada, por exemplo, a cada semestre vê uma linguagem, um semestre de assembly que quando termina, pergunte se lembra de algo??? Já o tecnólogo sai sabendo descrever cada passo do processo de ensino que aprendeu, De redes de computadores por exemplo, o cara sai sabendo falar exatamente cada passo de uma implantação, configuração, desenho de layout de redes, dentre outras coisas que ele vê. Então, seria interessante mudar a ementa dos cursos de bacharel no Brasil, porque vê muita coisa e não vê nada…

    • Deuzenildo,

      Pois é. Muitas e muitas ementas precisam ser modificadas no ensino superior do nosso país. Obrigado pela sua participação e volte sempre.

    • CARLOS ALBERTO MARTINS DE ANDRADE

      Fiz ciencias da computacao ate o sexto periodo. Hj estou fazendo tecnologo. Estou no meio do caminho sem direção. Os cursos são iguais. Sendo q o tecnologo é bem mais interessante por ser mais objetivo. O ciencias da computacao é muita burocracia e detalhes desnecessarios. Um tem reconhecimento e o outro deveria ter tambem…

      • Pois é, Carlos Alberto, é triste isso, se bem que na “área” da tecnologia, os cursos tecnológicos são mais bem vistos. Qual curso especificamente está fazendo?

        • CARLOS Andrade

          Analise e Desenvolvimento de sistemas na estacio.

          • Carlos,

            A oferta de empregos para Analistas de Sistemas é bem maior que para outros profissionais de TI. Aproveito para convidá-lo a ler o artigo do link abaixo, o qual escrevi em outro blog de minha autoria:
            Profissionais TI: Analista de Sistemas

  2. ELIANE BATISTA DOS SANTOS

    eu quero fazer tecnólogo para ingressar na federal, o cargo ainda não sei. Quero saber qual o tecnologo tenho que fazer, e em que posso trabalhar mediante a esse tecnólogo?

  3. Bento

    Olá Pessoal, eu possuo curso de tecnólogo como graduação, pós graduação (latu sensu) MBA em gestão administrativa e pós graduação do tipo Mestrado (Strict Sensu) em ciência da computação? É aceito para o concurso de perito criminal? Ou que conta mesmo é o tipo de graduação?

    • Bento,

      Conforme está informado no artigo para perito criminal não é aceito o graduado em curso tecnológico.

  4. Bruna

    Seu eu cursar administração tecnólogo,então posso ser uma agente federal??

    • Sim, Bruna. Vou repetir o que está no último parágrafo do artigo:

      “Os cursos superiores de tecnologia reconhecidos pelo Ministério da Educação são suficientes para atender o requisito da graduação para provimento nos cargos de Agente de Polícia Federal, Escrivão de Polícia Federal e Papiloscopista Policial Federal.”

  5. gessica

    se eu cursar tecnologo em segurança privada eu posso entrar na policia civil ou na federal como inpetora?

    • Gessica,

      Que eu saiba, os cargos da Polícia Federal são:

      1- Delegado;
      2- Perito Criminal;
      3- Escrivão;
      4- Agente;
      5- Papiloscopista

      E para ingressar em um desses cargos, se faz necessário prestar concurso público, sendo que os tecnólogos que forem aprovados poderão exercer todos os cargos acima, exceto os dois primeiros acima numerados, ok?

  6. Nahime,

    Sugiro que tente verificar se há resposta para seu questionamento na página dúvidas frequentes (acesse através do último link que está logo após o final do artigo), caso não encontre a resposta que procura, você terá de ler o edital pois nele consta qual tipo de graduação é aceita, ok?

  7. Priscila Neiva

    Boa tarde, estou com dúvidas. Tenho o tecnólogo em enfermagem, posso fazer o concurso da Polícia rodoviária Federal?

  8. Rogerio santos da silva

    Boa tarde! Possuo curso tecnólogo em segurança pública posso fazer concurso para agente da PF?

  9. boa noite, faço investigação forense e perícia criminal na estácio, estou meio perdido sobre a carreira que estou pretendendo seguir… após a conclusão, onde acharei emprego, só será possível por concurso publico?

    • João Victor,

      Você é funcionário público? Me perdoe, mas, se não estou enganado, esse curso é de oferta exclusiva para profissionais da carreira de segurança pública.

  10. Mateus Fortuna

    Desde 2016 o MEC reconheceu o curso de formação de sargentos (EsSa), em alguma de suas armas como curso superior tecnológico.
    Ao término do curso e com o diploma em mãos posso prestar concurso normalmente para a PF? Ou só é reconhecido dentro das Forças Armadas?

  11. O curso de soldado da PM de São Paulo serve para a PRF?

    No caso da PMESP a Lei Complementar nº 1.036, de 11 de janeiro de 2008, que diz que o curso de Sd é do tipo curso sequencial de formação específica.
    Logo, o curso de Sd é do tipo superior modalidade curso sequencial. inclusive, habilita à pós-graduação do tipo Lato Sensu

    • Werlon,

      Tudo que você descreveu está correto a questão é, se no edital do concurso da Polícia Federal são aceitos os formados de cursos sequenciais, entende?

  12. Sou Tecnico em T.I, poderia fazer para agente da PF, ou apenas pra Agente administrativo?

  13. julio

    boa noite. sou formado em tecnólogo em agronegócio, reconhecido pelo MEC, teria algum empecilho para prestar o concurso de Agente da policia federal ?

  14. Luciano

    Eu terminando o curso de Investigação Forense e Perícia Criminal na Estácio, tecnólogo, terei restrição por idade para ingressar na polícia federal ou civil? Obrigado.

    • Luciano, as condições são:

      Polícia Civil: Ter idade mínima de 18 anos (alguns editais exigem idade mínima de 21 anos e para alguns cargos a idade máxima é de 45 anos).

      Polícia Federal: Existe restrição apenas quanto à idade, qual seja, ser maior de 18 (dezoito) anos e observar o limite estabelecido para a aposentadoria compulsória.

  15. Naiara Chagas

    olá tenho curso gastronomia ele e tecnologo e reconhecido pelo mec, eu consigo prestar o concurso da policia civil para qualquer cargo exceto o de delegado e perito criminal

  16. Lucas Silva

    Boa noite, a única coisa que não entendo sobre o cargo de perito criminal da PF é que, na área 3, entre os cursos aceitos aparece Análise de Sistema, o que é um curso tecnólogo, certo? Então como que eles dizem que não aceitam cursos tecnólogos para o cargo de Perito?

    • Estranho, né, Lucas? Então, se houver falha no edital, cabe ao Analista, se assim desejar, inscrever-se até sob liminar se não for aceito. Mas, aí já fica sabendo que pode ficar sub judice…

  17. Wadison

    Eu tenho 17 anos e ja queria começar a planejar as coisas, vou completar o ensino medio esse ano, nao tenho vontade de fazer uma faculdade, qual tecnologo eu posso fazer para ingressar na PRF ?

    • Wadison,

      Para os cargos de: Agente, Escrivão e Papiloscopista você pode ter qualquer graduação tecnológica, desde que tais cursos tenham sido reconhecidos pelo MEC. Veja todos os cursos disponíveis, acessando o link abaixo:

      Eixos Tecnológicos

  18. Gabriel cruz

    Se ei fizer o curso de Investigação Forense e Pericia criminal, que é tecnólogo nao posso prestar concurso para perito criminal? Se não puder é muita sacanagem ja q estou fazendo um curso voltado diretamente pra isso

    • Pois é, Gabriel. Tecnólogo, por enquanto, concorre somente para: Agente, Escrivão e Papiloscopista.

  19. CARLOS GABRIEL FERREIRA DA SILVA

    oi, tudo bom Luiz? se puder tirar minha duvida, eu vou fazer um técnico em enfermagem, tem duração de 28 meses, assim que eu acabar eu posso tentar ingressar na policia federal como Agente, Escrivão e Papiloscopista?

    • Carlos Gabriel,

      Que eu saiba a Polícia Federal não disponibiliza vagas para nível técnico, entretanto, só aguardando o próximo concurso para saber se no edital constará vagas para esse nível, ok?

  20. Joao Filipe

    Curso de Tecnólogo em Analise e Desenvolvimento de Sistemas pode prestar concurso para os 3 cargos dentro da PF que você cita ?

    • Sim (Agente de Polícia Federal, Escrivão de Polícia Federal e Papiloscopista Policial Federal).

  21. Jéferson

    tenho o diploma reconhecido no MEC de técnico em mecânico reconhecido pelo CREA. (Conselho de regional de engenharia e arquitetura. Eu posso fazer o concurso da PF. para agente?

  22. Jéferson

    ? Pensei ter visto que teria vagas para o nível médio.

  23. Estou me formando em Design de interiores (tecnólogo). Será que posso fazer o concurso?

  24. willian nogueira

    Boa tarde Luis, bom estou fazendo tecnólogo Investigação Forense e Perícia Criminal e gostaria de saber se quando terminar posso fazer algum desses concursos na área da Policia Civil, Investigadores ou inspetores, Escrivães de Polícia, Papiloscopistas ou Datiloscopistas, Peritos Criminais e para PF ou PRF , Perito Criminal; Escrivão; Agente;

  25. valbert

    no site da PF ta expressamente descrito que pra perito criminal federal, na area 3, estar elencado os cursos que são aceitos, entre eles está o Análise de sistemas. Minha duvida é se existe bacharel em analise de sistema? porque se nao existir,significa,entao, que é aceito tecnologo para perito criminal federal. Acho que analise de sistemas so existe tecnologo. Pode me esclarecer esta duvida, por favor?

Deixe seus comentários!