Se bacharelado não existe, logo, bacharel não existe

“Se bacharelado não existe, logo, bacharel não existe” –  olhe só o título deste artigo… será que é polêmico? Será que é para provocar os bacharéis, principalmente, aqueles que se acham superiores aos tecnólogos? Confira!

Se bacharelado não existe, logo, bacharel não existe

Para início de conversa, quero deixar bem claro nestas linhas que minha intenção não é desprezar os “bacharéis”, tampouco supervalorizar os tecnólogos, mas, apontar um erro que vem se repetindo anos e anos e que precisa ser urgentemente corrigido e também chamar todos os que ficaram pasmos interessados pelo tema à uma sadia discussão.

Na verdade, a ideia de escrever este artigo é antiga e foi baseada em alguns comentários que foram feitos no blog O Gestor – Especialista em Tecnologia da Informação, meu segundo blog mais antigo na internet (clique para acessar e conhecer), no artigo ”

Naquele artigo, baseado no quadro “Emprego de A a Z”, exibido no ano de 2008, no programa Fantástico da Rede Globo,  procuro trazer aos leitores a diferença e entre um “curso tecnólogo” e um “bacharelado”. Aquele artigo é um dos artigos mais lidos do blog O Gestor e tem milhares de acessos e, consequentemente, diversos comentários.

bacharel não existe,bacharelado não existe

Mas, sem querer desprezar os demais comentários, um deles me chamou mais a atenção e foi o de Roberto Solla. Solla é Advogado, Presidente e Diretor Jurídico do SINDTECNO/BA e Conselheiro da Associação Nacional dos Tecnólogos – ANT, olha só o que ele escreveu: “Bacharel não existe!”, mas, antes que os bacharéis queiram atirar pedras nele e em mim, por tabela, vou transcrever, inicialmente os comentários de Roberto Solla na íntegra para que você entenda o que ele quis dizer (ou pelo menos tente se esforçar para fazê-lo). A transcrição está ipsis litteris:

Prezados, me desculpem , mas diferenciar Tecnólogo de Bacharel é, no meu entender uma tremenda burrice. Não estou querendo ofender, apenas quebrar um paradigma usado apenas e tão somente com o intuito de discriminar. Realmente, em razão do desconhecimento o tecnólogo é discriminado no mercado de trabalho, porém, como dito não existe diferença entre tecnólogo de Bacharel. Prq não há diferença? Aposto que ninguém sabe. Mas eu sei. Não há diferença porque Bacharel não existe! Não??? Como assim? Meus nobre colegas, quem define a divisão dos níveis e modalidades da educação é uma leizinha bonitinha chamada LDB – Lei de Diretrizes e bases da educação, é nela que se define o que é e o que não é. Pois bem, a educação hoje não mais se divide em 1º, 2º e 3º, hoje apenas existe EDUCAÇÃO BÁSICA (educação infantil, ensino fundamental e ensino médio) E EDUCAÇÃO SUPÉRIOR (art. 21 da LDB). Já o Tecnólogo está definido como graduação da modalidade educação superior (art. 39,§2º, III c/c art. 44, II da LDB). E o mais interessante, as demais graduações (engenharias, medicina, direito, Administração, etc) também estão definidas como graduação na modalidade ensino superior, o que isto quer dizer? Simples, legalmente, Tecnólogo e as demais graduações estão no mesmo nível e hierarquia, sendo ambas, graduação da modalidade nivel superior, ou seja, são a mesma coisa. Não se pode diferenciar Tecnólogo de engenharia, nem de medicina, nem de Administração, pois, repito, ambos são graduação que esta contida na educação superior. O problema apenas é questão de desconhecimento aliado ao corporativismo das demais graduações efetivados através dos conselhos de classe. Mas não se assustem, pois todos cometem este erro, haja vista desconhecerem a lei. a própria instituição de ensino erra ao emitir no diploma o termo “Bacharel”, “Bacharelado”. Como alguém pode ser Bacharel em algo, se bacharel não existe e não foi definido na lei que estabelece e regulamenta a educação? A lei fala em graduação, então temos que falar: sou graduado em Direito, sou graduado em medicina, Sou graduiado em Administração, sou graduado em tecnologia de telecomunicações, sou graduado em licenciatura (art. 62 ldb) .Pois bem, não queira ser bacharel, pois bacharel é nada de coisa alguma. quando disserem que vc é bacharel, diga, não, sou graduado. Boa noite a todos. E aos que tiverem dúvidas quanto aos fundamento e razões deste texto, leiam a LDB, e procurem em outra lei se existe definição para Bacharel. Eu cansei de procurar. Roberto Solla. Advogado, Tecnólogo em Mecânica e Presidente do sindicato dos tecnólogos da Bahia

Resumindo, o que Roberto Solla disse foi o seguinte:

  1. Diferenciar Tecnólogo de Bacharel é desinteligente;
  2. O tecnólogo é discriminado no mercado de trabalho em razão do desconhecimento;
  3. Tecnólogo e as demais graduações estão no mesmo nível e hierarquia (Ensino Superior);
  4. O desconhecimento aliado ao corporativismo das demais graduações são efetivados pelos conselhos de classes;
  5. As próprias instituições de ensino erram feio ao emitir no diploma os termos “Bacharel”, “Bacharelado”;
  6. Bacharel (a nomenclatura) é nada de coisa alguma.

Para concluir finalmente, utilizarei os comentários de Moacir Garcia, Graduado em Recursos Humanos, que também participou daquele artigo:

Roberto, excelentes argumentos. Bacharelado, Licenciado e Tecnólogo são títulos ou graus acadêmicos e não profissão. Alguém já ouviu um graduado em Direito responder a quem lhe pergunte: “qual sua profissão?” E este responder: “sou bacharel em Direito.” Certamente ele responderá: “sou advogado, sou juíz, sou promotor de Justiça, …”

Da mesma forma, qual a profissão do graduado em Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos que oferta consultoria em sua área profissional? Tecnólogo em RH ou Consultor de RH?

Sábias palavras desses dois tecnólogos, não? Agora sim, “que comecem os jogos”…rs

5 (100%) 1 vote

Quer receber as novidades grátis em seu e-mail?

(Preencha os campos ao lado)

Luis Marcos Leite

Tecnólogo em Gestão da Tecnologia da Informação, Servidor Público e Problogger.

Website: https://tecnologo.blog.br

6 Comments

  1. Ariane Cristina Lima Godoi

    Excelente Artigo!!

  2. CLAUDIA

    Excelente artigo , mas ainda tenho uma dúvida , então devemos desconsiderar o Decreto 61.934 de 22/12/1967 que dispoe sobre o exercicio da profissão de Administrador (a apresentação de diploma de Bacharel em Administração ) decreto o qual o CRA defende tanto ?

    • Claudia,

      O decreto que você postou se refere à regulamentação do técnico de administração. Reveja, por favor.

  3. Ivonildo de Jesus Silva "Ivan"

    Nossa! Um dos melhores artigos esclarecedor do assunto em questão – Bacharel, Licenciatura e Tecnólogo. Excelentes informações, e o melhor de tudo, embasado em leis, com fundamentos claros, ricos em detalhes. Méritos para Luis Marcos Leite por postar este arsenal de conhecimento, méritos a todas as fontes e profissionais consultados e envolvidos com este tema tão debatido!

    • Ivan,

      Obrigado pelas palavras, entretanto, transfiro o mérito para o advogado Roberto Solla, certo? No mais, peço que compartilhe este artigo com os amigos e volte sempre ao nosso blog, ok?

Deixe seus comentários!